segunda-feira, 26 de junho de 2017

CEREBRO E ALMA

Acreditamos saber muito sobre os mistérios do corpo humano, desenvolvemos cuidados físicos, nos preocupamos em passar cremes para rugas, tomamos vitaminas, fazemos ginásticas e procuramos uma alimentação saudável. Somos treinados para sermos lógicos e objetivos e não para conhecer o complicado mundo do psíquico humano. Assim, pouco nos preocupamos com os cuidados psicológicos, não desenvolvemos habilidades para lidar com o território emocional.  
Partindo do princípio de que o mais próximo que temos de nós somos nós mesmos, podemos verificar que o que pensamos do outro parte do que pensamos de nós. Fazemos nossos juízos a partir do nosso próprio egocentrismo e esquecemos que cada ser humano é uma caixa de segredo a ser explorada. 
Esses tipos de percepções podem nos levar a reflexões do porque o autocontrole do corpo e da mente não passa de ilusão, sonhada pela inocência de nossa vaidade. Nos desconhecemos em demasia, e atormentados com o que desconhecemos, saímos a procura de um endereço que está dentro de nós mesmos. 
Percebemos que, no fundo, somos abraçados pelo mundo de fora. Nosso cérebro (físico) precisa de medicamentos, cremes e vitaminas, mas nossa alma precisa de acolhimento, de quem se preocupe em afagar o eu, protegendo-nos do mundo de fora, para que possamos ter a capacidade de decidir em qual endereço queremos morar. Como bem disse Carl Jung, “quem olha para fora sonha, quem olha para dentro desperta”.



Carlos C.P. Paulino
Psicoterapeuta e Escritor
CRP: 06/129514
Contato: (17)  988228451 -
UniCuidar- Clinica de Psicologia -
Rua Dom Pedro I, Nº 2613-

Sala 02 – São José do Rio Preto - SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário